{{selectedLanguage.Name}}
Entre Sair
×

Burhan Dogancay

Burhan Cahit Doğançay

Поделиться: Artigo da Wikipédia

Burhan C. Dogancay (11 de Setembro de 1929 - 16 de Janeiro de 2013) foi um artista turco-americano. Dogancay é mais conhecido pelo seu trabalho exaustivo de meio século em muros de várias cidades de todo o mundo, que integrou na sua obra artística.

Burhan Dogancay, nascido em Istambul em 1929, obteve a sua formação artística pelo seu pai, Adil Dogancay, e por Arif Kaptan, ambos conhecidos pintores turcos. Após a conclusão dos estudos de Direito em Ancara, Dogancay foi para Paris, onde frequentou cursos de arte na Académie de la Grande Chaumière, tendo-se matriculado na Universidade de Paris, onde concluiu um doutoramento em Economia. Depois de uma breve carreira ao serviço diplomático, que o levou a Nova Iorque em 1962, Dogancay decidiu, em 1964, dedicar-se inteiramente à arte e fazer de New Iorque a sua residência permanente. Em meados dos anos 1970, Dogancay começou a viajar em função do seu projeto "Walls of the World", tendo conhecido a sua futura esposa, Angela, no Baile húngaro do Hotel Pierre, em Nova Iorque. Até à sua morte aos 83 anos de idade, em Janeiro de 2013, Dogancay trabalhou e viveu os últimos oito anos da sua vida entre os seus estúdios em Nova Iorque e Turgutreis, na Turquia. Dogancay recebeu vários prémios. O mais notável é o Lifetime Achievement Award, concedido em 1995 pelo Presidente da República da Turquia.

O extenso conjunto de trabalhos e evolução artística de Dogancay está em exposição permanente no Museu Dogancay, o primeiro museu de arte contemporânea na Turquia, que abriu no bairro de Beyoglu, em Istambul, em 2004.

Desde o início da década de 1960 que Dogancay mantinha um fascínio pelos muros urbanos, elegendo-os como temas para a sua arte. Para este artista, os muros representavam o barómetro da nossa sociedade e um testemunho da passagem do tempo, refletindo as emoções da cidade, muitas vezes resistindo às investidas da natureza e às marcas deixadas pelos seres humanos. Parte do espírito intrínseco ao seu trabalho é a sugestão de que nada é o que parece. A arte de Dogancay é a arte mural e, por conseguinte, as fontes dos seus temas são reais. Por isso, dificilmente podemos classificar este artista como um artista abstrato, apesar de, à primeira vista, muito do seu trabalho parecer ser abstrato. Dogancay recria muros em séries diferentes, relacionando-os com portas, cores, tipos de graffiti, ou com os objetos por si incorporados nas suas peças. Os únicos mestres com os quais Dogancay se compara são os do último período heróico da arte, vivido por si e no qual participou ativamente, designadamente Robert Rauschenberg e Jasper Johns. No entanto, Dogancay sempre preferiu reproduzir fragmentos da superfície dos muros, nas relações que estabeleciam entre si e tal como os encontrava, com o mínimo de ajuste de cor ou posição, ao invés de os modificar ou combinar ocasionalmente, à boa maneira rauschenberguiana. Embora possa ter começado pela simples observação e registo de muros, Dogancay rapidamente alcançou um ponto onde pôde exprimir uma série de ideias, sentimentos e emoções no seu trabalho. A sua visão continuou a expandir, impulsionada tanto pelo conteúdo como pela técnica.

Esta é uma parte do artigo da Wikipedia usado sob licença CC-BY-SA. O texto completo do artigo está aqui →


More ...
Burhan Dogancay Obras de arte
View all 63 obras de arte