{{selectedLanguage.Name}}
Entre Sair
×

Sá Nogueira

Rolando Augusto Bebiano Vitorino Dantas Pereira de Sá Nogueira

Поделиться: Artigo da Wikipédia

Rolando Augusto Bebiano Vitorino Dantas Pereira de Sá Nogueira, (Lisboa, 19 de Maio de 1921 – 18 de Novembro de 2002), foi um pintor e professor; pertence à terceira geração de artistas modernistas portugueses.

Emergindo no período de afirmação das correntes neorrealista e surrealista em Portugal, Sá Nogueira percorre um caminho autónomo relativamente a ambas. Ao lirismo da sua obra inicial irá suceder, na década de 1960, uma aproximação à corrente pop internacional para, nas décadas finais, se empenhar num tipo de figuração expressionista onde faz a síntese das fases iniciais e descobre novas vias narrativas.

Autor de uma obra multifacetada, por vezes preocupada com a dimensão político social, Sá Nogueira foi também professor, influenciando sucessivas gerações de jovens através da sua ação pedagógica na Sociedade Nacional de Belas Artes, Escola Superior de Belas-Artes do Porto, Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa, etc.

Filho de Augusto Vieira de Sá Nogueira e de Amélia Dantas Pereira, Rolando Sá Nogueira nasce em Lisboa. Passa os cinco anos seguintes em Angola, onde decorria a carreira militar do pai. Regressa a Lisboa e ingressa no Colégio Vasco da Gama em regime de internato. Em 1931 abandona o colégio para viver com um tio, ficando com ele até ao regresso dos pais em 1933; o seu pai morre dois anos mais tarde.

Em 1942 ingressa na Escola de Belas-Artes de Lisboa para cursar arquitectura. Em 1946 desiste desse curso e inscreve-se em pintura. Faz amizade, entre outros, com João Abel Manta, Jorge Vieira (escultor) e José Dias Coelho. Apresenta o seu trabalho pela primeira vez em exposições coletivas em 1947, na 2ª Exposição Geral de Artes Plásticas; termina os estudos em 1950.

Em 1956 casa com Bina Sá Nogueira, de quem terá duas filhas: a encenadora e actriz Paula Sá Nogueira e a estilista Mariana Sá Nogueira.

Em 1960 faz a sua primeira exposição individual. Entre 1962 e 1964 estuda em Birmingham e na Slade School, em Londres, como bolseiro da Fundação Gulbenkian. Participa nas iniciativas da Cooperativa de Gravadores Portugueses.

Entre 1969 e 1975 colabora no ateliê do arquitecto Francisco da Conceição Silva, fazendo intervenções plásticas e coordenando as opções cromáticas de projectos arquitetónicos.

A sua ação como professor ligado ao ensino do desenho foi determinante na formação de várias gerações de artistas mais jovens. Desde a década de 1960 e até ao final da vida ensinou em diversas instituições, nomeadamente na Sociedade Nacional de Belas Artes, na Escola Superior de Belas-Artes do Porto, ou na Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa.

Em 2004, a Câmara Municipal de Lisboa homenageou o pintor dando o seu nome a uma rua na zona do Pólo Universitário da Ajuda, em Lisboa.

A obra de Sá Nogueira tem início em meados dos anos quarenta, num contexto artístico onde está viva a dicotomia figuração/abstração, mas que é pontuado, no seu círculo mais próximo, pelo surrealismo e pelo neorrealismo. Sá Nogueira demarca-se de ambos com a sua abordagem pessoal, de um "lirismo calmo e observador, um tanto irónico, em que perpassa uma nostalgia algo oitocentista".

Esta é uma parte do artigo da Wikipedia usado sob licença CC-BY-SA. O texto completo do artigo está aqui →


More ...
Sá Nogueira Obras de arte
View all 27 obras de arte