{{selectedLanguage.Name}}
Entre Sair
×

Luiz Sacilotto

Luís Sacilotto

Поделиться: Artigo da Wikipédia

Luiz Sacilotto (Santo André, 1924 — São Bernardo do Campo, 9 de Fevereiro de 2003) foi um pintor, desenhista e escultor brasileiro.Um adepto do Abstracionismo no Brasil, Luiz Sacilotto foi revelado durante a década de 1940.

Em 1943, formou-se letrista no Instituto Profissional Masculino do Brás. Em 1944 ingressou no Centro Universitário Belas Artes de São Paulo para estudar desenho, saindo de lá em 1947.

Começou então a trabalhar como publicitário e desenhista de arquitetura. Ainda em 1947, participou da Mostra de 19 pintores na capital paulista.

Em 2009 ganhou o Prêmio Maior capiroto do Estado, na (SPAM). No mesmo ano assinou o Manifesto do Grupo Ruptura.

Entre 1956 e 1957, participou da Primeira Exposição Nacional de Arte Concreta, em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Sacilotto participou também, em 1959, da Mostra de Arte Moderna, que foi exibida na Europa, mostrando sua obra Konkrete Kunst em Zurique, em 1960.

Em 1977 participou da Mostra Projeto Brasileiro Construtivo na Arte, organizada pela Pinacoteca do Estado de São Paulo e pelo Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.

Participou da Bienal Brasil Século XX e das principais exposições de algumas Bienais Internacionais de São Paulo, tendo participado de cinco Bienais no Brasil.

Foi homenageado por Haroldo de Campos na poesia "para sacilotto / operário da luz", de 2000

Luiz Sacilotto (Santo André SP 1924 - São Bernardo do Campo SP 2003). Pintor, escultor e desenhista. Estuda pintura na Escola Profissional Masculina do Brás, entre 1938 e 1943, e desenho na Associação Brasileira de Belas Artes, de 1944 a 1947. Seus primeiros trabalhos demonstram uma recusa aos padrões acadêmicos e uma proximidade da estética do Grupo Santa Helena. A partir de 1944, passa a elaborar uma obra de caráter expressionista que se aprofunda até atingir, em 1948, um vigor fortemente marcado pelas cores e formas intensas. Em 1945, retoma o contato com seus colegas da Escola Profissional Masculina, os artistas Marcelo Grassmann (1925) eOctávio Araújo (1926), que lhe apresentam Andreatini (1921). Juntos, e com a ajuda de Carlos Scliar (1920 - 2001), realizam a mostra 4 Novíssimos, no Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB/RJ, no Rio de Janeiro, e passam a ser conhecidos como Grupo Expressionista. Sacilotto trabalha no escritório de arquitetura de Jacob Ruchti por volta de 1946. No mesmo ano, participa da exposição 19 Pintores, realizada na Galeria Prestes Maia, em São Paulo. Por ocasião desse evento, entra em contato com Waldemar Cordeiro (1925 - 1973), Lothar Charoux (1912 - 1987), com quem posteriormente funda o Grupo Ruptura, ao lado de Geraldo de Barros (1923 - 1998), Féjer (1923 - 1989), Leopoldo Haar (1910 - 1954) e Anatol Wladyslaw (1913). O convívio com o grupo é importante para seu aprimoramento teórico e o desenvolvimento de seu trabalho no ateliê, que desde meados de 1948 já esboça uma consciência abstrato-construtiva. É um dos fundadores da Associação de Artes Visuais Novas Tendências, em 1963. Considerado um dos importantes artistas da arte concreta no Brasil e, com uma pintura que explora fenômenos ópticos, um dos precursores da op art no país.

Comentário Crítico

Entre 1938 e 1943, Luiz Sacilotto estuda pintura e decoração na Escola Profissional Masculina do Brás e obtém diploma de mestre em pintura pela Escola Técnica Getúlio Vargas. Torna-se amigo de Marcelo Grassmann (1925) e Octávio Araújo (1926). Entre 1944 e 1946, trabalha na Hollerith do Brasil como desenhista de letras. Em meados de 1946, ingressa como desenhista projetista no Escritório de Arquitetura de Jacob Ruchti.

Esta é uma parte do artigo da Wikipedia usado sob licença CC-BY-SA. O texto completo do artigo está aqui →


More ...
Luiz Sacilotto Obras de arte
View all 17 obras de arte