{{selectedLanguage.Name}}
Entre Sair
×

Adam Frans van der Meulen

Adam Frans van der Meulen

Поделиться: Artigo da Wikipédia

Adam Frans van der Meulen (11 de janeiro, 1632 - 15 de Outubro, 1690) foi um pintor do Barroco flamengo especialista em cenas de batalha. Trabalhou primeiro em Bruxelas, onde foi aluno de Pieter Snayers, e depois em Paris.

Trabalhou em serviço de Luís XIV de França com o cargo de pintor de suas batalhas, vitórias, novas posses e retratos. Ele foi fundamental na construção da imagem propagandística do Rei francês como 'O Rei Sol'. Suas cenas de batalhas tiveram uma importante influência no desenvolvimento do gênero de pinturas militares na França.

Adam Frans van der Meulen nasceu em Bruxelas, onde foi batizado em 11 de Janeiro de 1632. Ele era o mais velho dos sete filhos de Pieter van der Meulen e sua segunda esposa Maria van Steenwegen. Seu pai foi um notário respeitado. Entrou para a guilda de pintores de Bruxelas, em 5 de Março de 1651. Van der Meulen foi o pupilo do pintor belga Pieter Snayers. Snayers era um pintor da Antuérpia que tinha se mudado para Bruxelas para trabalhar para a corte. Ele era especializado em pinturas de batalhas, ataques contra comboios e civis e cenas de caça.

Os primeiros trabalhos de Van der Meulen lidavam com os mesmos temas centrais de seu mestre Snayers, particularmente conflitos de cavalarias. Ele era conhecido por retratar membros da corte montando em seus cavalos. Sua reputação por esse tipo de cena, além de sua habilidade em pintar cavalos, alcançam a França. Isso leva o artista a ser chamado para Paris, onde ele começa a prestar serviços para Luís XIV em 1 de Abril de 1664.  É acreditado que Jean-Baptiste Colbert, o poderoso superintendente de Edifícios, Artes e Manufatura e posteriormente Ministro de Finanças estava por trás do encontro real com van der Meulen. Colbert tinha sido carregado de imortalizar o sucesso militar de Luís XIV. Para atingir esse propósito propagandistíco, ele teve a ideia de criar uma série de tapeçarias que mostrariam os feitos heróicos do Rei.

O pintor da corte Charles Le Brun tinha sido colocado no comando da manufatuReira Gobelins, a fábrica de tapeçaria real reçem criada em 1663, e foi oficialmente apontado como seu diretor em 8 de Março de 1663. Para realizar o projeto de Colbert da série de tapeçarias sobre as campanhas militares do Rei, Le Brun buscou cercar-se com um time de pintores que seriam capazes de traduzir suas ideias em tapeçarias, e van der Meulen foi recrutado para ajudar Le Brun no projeto.  As habilidades variadas de van der Meulen eram particularmente apreciadas para esse propósito. Sua reputação como um habilidoso pintor de cavalos foi citada como uma das razões para ele ter sido solicitado para trabalhar na França.

Van der Meulen foi envolvido no design de várias séries de tapeçarias. Seu primeiro trabalho foi na série A História do Rei na qual ele foi responsável por criar as cenas de conquistas militares. Como o trabalho de design envolvia muitos trabalhos, van der Meulen convidou outros artistas flamengos para ajudar-lo em seus designs. O artista de paisagem Adriaen Frans Boudewijns entrou, em 1666, em um contrato de 3 anos para trabalhar em serviço de Adam Frans van der Meulen. Quando van der Meulen trabalhou no design de 12 gobelins para Luís XIV representando os meses, van der Meuer executou as figuras menores e parte da paisagem, enquanto o resto da paisagem foi completado por Boudewijns e Abraham Genoels, outro pintor flamengo ativo em Paris. Enquanto em Paris, Boudewijns também gravou muitas composições de van der Meulen. Em 1668 van der Meulen trabalhou em uma série de tapeçarias chamado 'Maison Royales' (Residências Reais) descrevendo os vários palácios do Rei.

Esta é uma parte do artigo da Wikipedia usado sob licença CC-BY-SA. O texto completo do artigo está aqui →


More ...
Adam Frans van der Meulen obras famosas
View all 41 obras de arte