{{selectedLanguage.Name}}
Entre Sair
×

A Menina Doente

Edvard Munch

A Menina Doente

Edvard Munch
  • Título Original: Det syke barn
  • Data: 1907
  • Estilo: Expressionism
  • Período: European period
  • Gênero: pintura de gênero
  • Mídia: oil, canvas
  • Dimensões: 120 x 118,5 cm
  • Ordem Edvard Munch Reprodução da pintura a óleo
    Ordem
    de reprodução

A Menina Doente (em norueguês Det syke barn) é o título dado a seis pinturas e a diversas litografias. gravuras a ponta-seca e a água-forte do pintor norueguês Edvard Munch (1863–1944), entre 1885 e 1926. Todas retratando o momento anterior a morte de sua irmã mais velha Johanne Sophie (1862–1877) vítima de tuberculose aos 15 anos de idade. Munch retornou a esse evento traumático diversas vezes através de sua arte, mais de seis pinturas à óleo completas e vários estudos em vários modelos, durante um período de mais de 40 anos. Nos trabalhos, Sophie é tipicamente apresentada em seu leito de morte acompanhada por uma aflita mulher de cabelos escuros, que acredita-se ser sua tia Karen; os estudos sempre a apresentam com a cabeça cortada. Em todas suas versões pintadas, Sophie está sentada em uma cadeira, obviamente sofrendo com dor, apoiada em um grande travesseiro branco, olhando para uma cortina ameaçadora, provavelmente simbolizando a morte. Ela é apresentada com uma expressão assustada, segurando as mãos de uma chateada mulher mais velha que parece querer confortá-la, mas cuja cabeça está curvada como se ela não aguentasse olhar a menina mais nova nos olhos.

Ao longo de sua carreira, Munch retornou a sua obra e criou várias variações de suas pinturas. A Menina Doente se tornou para Munch, que quase morreu de tuberculose quando criança, uma maneira de registrar seus sentimentos de aflição e culpa por ter sobrevivido e para confrontar seu sentimento de perda pela irmã falecida. Ele ficou obcecado com a imagem e durante décadas criou várias versões em diferentes formatos. As cinco pinturas foram feitas num período de mais de 40 anos, usando diferentes modelos.

A série foi descrita como "um estudo vívido dos estragos de uma doença degenerativa". Todos as pinturas e vários trabalhos auxiliares são considerados significantes para a obra de Munch. Uma litografia de 1896 em preto, amarelo e vermelho foi vendida em 2001 na Sotheby's por $250.000.

Cada pintura mostra o perfil de Sophie, deitada em seu leito de morte e, obviamente, com dificuldades de respirar, um sintoma de uma tuberculose severa e avançada. Da cintura para cima, ela esta apoiada em um grande travesseiro branco e grosso que esconde parcialmente um grande espelho redondo pendurado na parede atrás dela. Ela está coberta com um cobertor pesado e escuro. A menina tem cabelos vermelhos e é representada como frágil, com uma palidez doentia e olhar vago. Ela olha para uma cortina longa, escura e assombrosa a sua esquerda, o que muitos historiadores de arte interpretam como um símbolo da morte.

Uma mulher mais velha, de cabelos escuros e vestido vermelho está sentada a cabeceira da cama da criança, segurando sua mão. A ligação entre as duas é estabelecida pela união de suas mãos, que estão posicionadas exatamente ao centro de cada obra. O aperto de mão entre as moças é traduzido com tanta intensidade que os historiadores de arte acreditam que as duas figuras não dividem apenas uma profunda ligação emocional, como também devem ter algum parentesco. Provavelmente, a mulher é Karen, a tia de Sophie. Alguns críticos observaram que a mulher mais velha está mais angustiada do que a criança; nas palavras da crítica Patrícia Donahue "É quase como se a criança, sabendo que nada mais pode ser feito, está confortando a pessoa que chegou ao fim de sua resistência". A cabeça da mulher está curvada de angústia na medida em que parece incapaz de olhar diretamente para Sophie. Por causa disso, seu rosto está escurecido e o espectador só consegue ver o topo de sua cabeça. Uma garrafa está em cima de um armário ou penteadeira na esquerda. Um copo pode ser visto a direita, em uma mesa vagamente representada.

Esta é uma parte do artigo da Wikipedia usado sob licença CC-BY-SA. O texto completo do artigo está aqui →


More ...