{{selectedLanguage.Name}}
Entre Sair
×

Christoffer Wilhelm Eckersberg

Christoffer Wilhelm Eckersberg

Christoffer Wilhelm Eckersberg (2 de janeiro de 1783 — 22 de julho de 1853) foi um pintor dinamarquês. Nasceu em Blåkrog no Ducado de Schleswig (agora a parte sul da Jutlândia, na Dinamarca), filho de Henrik Vilhelm Eckersberg, pintor e carpinteiro, e Ingeborg Nielsdatter. Ele passou a estabelecer as bases para o período da arte conhecido como a Idade de Ouro da Pintura Dinamarquesa, e é referido como "o pai da pintura dinamarquesa".

Em 1786 sua família mudou-se para Blans, uma aldeia perto da pitoresca Alssund, onde ele gostava de desenhar a paisagem a sua volta, e ir a passeios à vela no barco de seu pai. Após a Crisma, ele começou sua formação como pintor em igreja e pintor de retratos, Jes Jessen de Aabenraa (1797-1800). Continuou a sua formação aos 17 anos de idade sob a tutela de Josiah Jacob Jessen em Flensburg, onde se tornou um aprendiz em maio de 1800. Ele, no entanto, tinha o objetivo de ser aceito na Academia Real Dinamarquesa de Belas Artes (Det Kongelige Danske Kunstakademi), em Copenhague.

Ainda em fase de aprendizado, ele produziu desenhos e pinturas proficientes. Depois de ter acumulado algum dinheiro, incluindo o apoio financeiro de habitantes locais bem-intencionados, ele chegou a Toldbod, Copenhague em 23 de maio de 1803. Foi aceito na Academia sem pagamento em 1803, onde estudou com Nicolau Abraão Abildgaard, entre outros.

Fez bom progresso, pintando quadros históricos, retratos e paisagens. No entanto, o atrito entre ele e Abildgaard impediu seu avanço, e ele não ganhou a grande medalha de ouro da Academia até 1809, após a morte de Abildgaard. Para ganhar dinheiro, também trabalhou como trabalhador braçal, e fez gravuras em água-forte.

Embora ele tenha recebido promessa de uma bolsa de viagem em conjunto com a medalha de ouro, os fundos reais não estariam disponíveis até 1812. Em 1 de julho de 1810, ele se casou com E. Christine Rebecca Hyssing, contra a sua vontade, a fim de "legitimar" um filho, Erling Carl Vilhelm Eckersberg, fruto de uma relação com Christine. Seu filho, Erling, eventualmente, seguiu os passos de seu pai, com uma educação na Academia, e uma carreira como gravador em placas de cobre.

Ansioso para viajar, não só por causa de seu desejo para expandir suas habilidades artísticas e conhecimentos, mas também a fim de escapar da realidade de seu casamento, Christoffer fez um arranjo com o necessário apoio financeiro que lhe permitisse viajar. Em 3 de julho, poucos dias após o casamento, começou suas viagens para fora do país. Junto com Tønnes Christian Bruun de Neergaard, escritor, amante da arte e apoiador financeiro, ele viajou através da Alemanha para Paris. Nesta cidade, ele estudou com o representante do neoclassicismo, Jacques-Louis David, de 1811-1812. Melhorou suas habilidades na pintura da forma humana, e seguiu o conselho do seu professor para pintar conforme a natureza e o clássico, a fim de encontrar a verdade. Foi em Paris que ele desenvolveu uma vitalícia amizade com seu companheiro de quarto, o colega artista Jens Peter Møller, e com o gravador Johan Frederik Clemens, colaborador de Jens Juel.

Esta é uma parte do artigo da Wikipedia usado sob licença CC-BY-SA. O texto completo do artigo está aqui →


Mais ...
Christoffer Wilhelm Eckersberg Obras de arte
View all 23 obras de arte