{{selectedLanguage.Name}}
Entre Sair
×

A. Y. Jackson

Alexander Young Jackson

Поделиться: Artigo da Wikipédia

Alexander Young Jackson (3 de outubro de 1882 - 5 de abril de 1974) foi um pintor canadense membro do Grupo dos Sete. Jackson fez uma grande contribuição para o desenvolvimento da arte no Canadá e teve sucesso em reunir os artistas de Montreal e Toronto. Ele começou a expor os seus trabalhos com o Grupo dos Sete a partir de 1920. Além de trabalhar com o Grupo dos Sete, sua longa carreira o possibilitou a se tornar uma artista de guerra durante a Primeira Guerra Mundial (1917-1919) e ensinar na Escola de Belas Artes de Banff, de 1943 a 1949. Em seus últimos anos, ele for artista em residência na McMichael Gallery em Kleinberg, Ontário.

Quando jovem, Jackson trabalhou como menino de escritório para uma empresa de litografia, depois que seu pai abandonou sua família de seis filhos. Foi nessa empresa que Jackson iniciou seu treinamento artístico. À noite, ele tomou aulas no Monumento Nacional de Montreal.

Em 1905, Jackson foi para a Europa e Chicago de barco. Em Chicago, ele se juntou a uma empresa de arte comercial e estudou no Art Institute of Chicago. Juntando dinheiro, conseguiu visitar a França para estudar Impressionismo. E lá, decidiu se tornar um pintor profissional, estudando na Académie Julian de Paris com a supervisão do J.P. Laurens. Alguns dos seus mais importantes desenvolvimentos artísticos foram na colônia de artes Etaples, onde visitou pela primeira vez em 1908 com seu amigo de Nova Zelândia, Eric Spencer Macky (1880-1958). Jackson pintou a obra Paysage Embrumé, e então, pela sua surpresa, foi aceito pelo Salão de Paris. Em 1912, ele trabalhou com o australiano Arthut Baker-Clack (1877-1955). A partir deste período pintou as suas obras neoimpressionistas "Sand dunes at Cucq" e "Autumn in Picardy" que foram compradas pela Galeria Nacional do Canadá.

Quando Jackson voltou para o Canadá, ele se instalou em Sweetsburg, Quebec, onde começou a pintar obras neoimpressionistas como "The Edge of Maple Wood". Ele realizou sua primeira exposição de artess na Galeria de Arte de Montreal com Randolph Hewton em 1913. Desencorajado pelo cenário artístico canadense, ele mudou para os Estados Unidos. No entanto, recebeu uma carta de J. H. H. MacDonald e mudou de ideia. MacDonald perguntou sobre a sua obra "The Edge of Maple Wood", que tinha visto em um show de arte de Toronto, informando a Jackson que o artista de Toronto, Lawren Harris, queria comprar a pintura se ele ainda fosse dono dela.

Após a compra, Jackson assinou uma correspondência com os dois artistas de Toronto, muitas vezes debatendo osbre temas relacionados à arte canadense. Jackson logo começou a visitar Toronto. O Dr. James MacCallum convenceu Jackson a se mudar para Toronto oferecendo a comprar o suficiente de suas pinturas por um ano para garantir-lhe uma renda.

Assim, ele se mudou para o Studio Building, financiado por Lawren Haris, o herdeiro da fortuna de máquinas agrícolas Massey-Harris, e Dr. James MacCallum. Harris, supervisionando a construção do prédio, estava muito ocupado para se concentrar em seus próprios empreendimentos artísticos e emprestou seu estúdio a A. Y. Jackson. O local atualmente está ocupado por 2 Bloor West. Jackson foi muito bem-vindo no cenário artístico de Toronto, tendo viajado pela Europa e trazendo consigo vários artistas talentosos. A tela pintada enquanto esperava eentrar para o Studio Building, "Terre Sauvage", tornou-se uma das suas mais famosas. Em janeiro de 1914, o Studio Building estava pronto para a ocupação. Tom Thomson foi outro dos primeiros residentes do prédio e compartilhar o estúdio com Jackson por um ano.

Esta é uma parte do artigo da Wikipedia usado sob licença CC-BY-SA. O texto completo do artigo está aqui →


More ...
A. Y. Jackson Obras de arte
View all 30 obras de arte